Arquivo da categoria: Poesia do Rio

>Colinas de Pastos Verdejantes

> Amanhecer de Primavera no alto da colina. O sol brilha como nunca brilhara antes. O cheiro do orvalho ainda fresco repousado sobre as tenras folhas das árvores que cercam a minha casa. Abro a janela e deixo o sol … Continuar lendo

Publicado em Poesia do Rio | 1 Comentário