Arquivo do mês: julho 2008

>Inegociável

> Trabalho no centro do Rio de Janeiro, e ao lado do prédio onde trabalho, funciona uma “bicholotérica”, onde diariamente, ficam uns 3 ou 4 apontadores do bicho. Passando pela porta da lotérica, parei para observar a fila que se … Continuar lendo

Publicado em NO SALE | Deixe um comentário

>Invendável

>Existem coisas que podemos vender, negociar, emprestar. Posso vender minha casa, meu instrumento musical, meu computador. No meu trabalho, vendo a minha habilidade em resolver problemas. Olhando pelo lado capitalista, tudo pode ser vendido e negociado. Uma vez, um cara … Continuar lendo

Publicado em NO SALE | 1 Comentário

>A Efemeridade do Ego Vaidoso

>19h35 no horário local. É verão onde estou… Nas arquibancadas, 120.000 pessoas torcem, vibram, berram em um frenético remoinho de braços e mãos. Todos querem saudar o mais novo herói. Na pista, 8 pessoas especiais pelo que fazem, disputam o … Continuar lendo

Publicado em Vaidade efemera | Deixe um comentário